Pesquisar este blog

segunda-feira, 25 de junho de 2012

...eu acho que sou sua vida

eu acho que sou sua vida!
zefinha caía em lágrimas
relendo uma fotonovela
em uma velha revista sétimo céu

você é meu rumo
é porto é direção_
ruminava toinho em redemoinho
de silencio
nas rubricas da fumaça
do cachimbo



judas pitágoras

segunda-feira, 18 de junho de 2012

tenho um sertão dentro de mim

tenho um sertão dentro de mim
repleto de lua cheia
fogueira sanfona  canto
e a buniteza das cavalhadas


tenho um mar
um rio
um coqueiro
talhados na memória
e no alforge do peito

tenho uma lágrima fugidia
lágrima de seu dunga
líquida lágrima sem palavras
na hora do adeus

sou assim
denso
e perene
sem meias conversas

e lá se vão meus passos
em inconclusas geografias

boa noite tristeza!

sexta-feira, 15 de junho de 2012

o que vale

o que vale como canção
sãos teus olhos de encanto
tua voz é um acalanto
sussega meu coração

o que vale como canção
são  teus olhos dois poemas
a engalobar a lua
na noite do meu sertão

o que vale desta vida
nesta estrada tão comprida
é amar e querer bem

o que vale como canção
quando a dor aninha o peito
a lágrima corre de um jeito
que não dá pra segurar

é a certeza do abraço
dos teus braços nos meus braços
e assim nesse compasso
da vida nos embalar...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

a corda do coração

filho é a corda do coração.
filho,acorda,coração!
...e você dormiu pra mim
para acordar pra Deus

segunda-feira, 11 de junho de 2012

forte apache

o menino rico
montava seu forte apache na calçada _
eu só podia olhar de longe
os soldadinhos azuis
os índios em seus cavalos
_naquela batalha imaginária  eu era todo
inocência de desejos_.

contentava-me os boizinhos de barro
que meu pai fazia
e meu mini engenho banguê
no fundo do quintal

...a noite era a pêga!
aqueles brinquedos de plástico
reinavam na minha mente
e uma lágrima quente
molhava o travesseiro
até embalar o sono

Paz Uma Porra Número 02

Wendson da Conceição
dos Santos,
10 anos
filho de carroceiro

Wendson, 10 anos de idade,
morto na na Ladeira do Óleo
porque a besta fera a besta
travestida de (gente)
se irritou por ter que passar parte da ladeira
atrás da carroça do pobre carroceiro


kd as camisetas brancas
kd as camisetas alvíssimas
kd a foto estampada do menino Wendson
nas camisetas e os gritos de justiça e paz


nada...nada

porque os sobrenomes conceição e santos
no país do açúcar é = a NADA

Wendson + 1
 anjo de Deus

sábado, 9 de junho de 2012

liberdade libertad

liberdade quanto vale tuas nove letras
juntas a formar teu nome!
gritam por ti as vozes encarceradas na
venezuela,tão prenhe de libertad ainda
_sob a mão do verdugo chávez_.

liberdade, tão tardia que foi e ainda
é no coração dámerica.

liberdade para @mariafiuni
presa a mando do verdugo
com a complascência e medo
dos juizes da venezuela.

liberdade para o sem voz...

liberdade,quantas vezes
teu nome foi escrito a sangue
e em teu nome muitos tombaram
desde as selvas do araguaia até os pampas!

ah! liberdade! não sei viver sem ti
e por ti eu morreia eu morrerei.

liberdade és bela
tão bela quanto a mulher amada!
...por isso és por todos ou quase todos
desejada.



sexta-feira, 8 de junho de 2012

Paz Uma Porra!

onde falta paz é porque faltou justiça social
berrou no décimo gole de pinga cazuzinha tareco
com seus olhos belicosos de comunista.
hein seu poetinha de merda,te interrogo agora:
você acha que existe paz nas mãos sujas dos homens do canavial
você acha que existe paz na alma dos homens que foram
expulsos do campo por essa engrenagem perversa
você acha que existe paz nos barracos da favela
paz nas barrigas quebradas de farinha e sururu
paz nos meninos sambudos pelos vermes.
você acha que existe paz
nos corpos e almas aprisionadas pelo crack,seu merda!
paz é burguesa! coisa de riquinho,como berra num cantoconto,
marcelino freire.
eu não vejo paz nas meninas prostituidas
que tiveram sua infância roubada.
você acha que existe paz
no sono mal dormido das mães que tiveram seus filhos assassinados
neste estado de alagoas onde a justiça é só para pobre
e a democracia é um circo para eleger os ricos.
paz,ora paz
lei,ora lei!
paz uma porra!
..e não adianta camisas com brancas pombas
e não adianta manifestações e rezas__ o defeito é de fabricação,
 sociedade do açucar__.
o defeito vem no cerne do que somos e fomos feito.
chega de pratos vazios!
chega de esmolas governamentais!
chega de discursos mirabolantes!
paz é um bibelô,um cocô pequeno burguês.
taí o crack, meu chapa, corroendo a sociedade por inteiro
do oiapoque a chuí
o crack dando de goleada no discurso oficial.
a paz que você quer poeta não existe,é coisa de romance.
paz uma porra!
ou se muda o sistema ou estaremos todos fudidos
mortos ou chorando nossos mortos.
__agora pague as minhas pingas.

quarta-feira, 6 de junho de 2012

abraços

abraço é como canção
aquele alento no peito
sorrizinho breve leve
na brancura da manhã

abraço a gente precisa
precisa a alma e o corpo
__nos faz sentir vivo na vida__.


...o abraço é o beijo da alma.

melancolia é pedra de sal

melancolia é pedra de sal
quando bate nada adoça o coração
dizia fumando o pensamento seu zéjão

sexta-feira, 1 de junho de 2012

o amor é paradoxal

o amor é paradoxal
é brega cafona
o amor é o amor
e cabe em cada corpo
em todo corpo cabe
o amor é o amor
e sempre buscaremos seu calor
e ponto.