Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de maio de 2013

hoje

eu vou cuspir na cara do politicamente correto
vou mangar da mentira oficial
vou chutar a bunda da veja
e do jornal da globo

hoje
eu vou dizer
os trilhões de palavrões
que estão entalados na garganta


um se foda bem grande
pro cotidiano
e suas armadilhas pequeno burguesas

hoje
eu vou tomar um porre

e vou ligar pru meu deputado amigo
e propor uma emenda a constituição
onde todo cidadão tenha o direito de tomar um
porre pelo menos uma vez no ano


maiakosta

quinta-feira, 9 de maio de 2013

uma vela para Alagoas
daquelas grandes
de sete dias

uma vela que fique acesa
para acabar com a miopia rural
burguesia

uma vela grande e grossa
para acabar com a propaganda do engano
que penetra em linha reta nos lares da minha terra

Meus Deus como se mata em
Alagoas!

Nenhuma guerra do planeta
mata gente igual a Alagoas

O mapa da terra dos marechais
é em formato de uma arma

as velas e as lágrimas
misturam-se com as mortes cotidianas

o crack tomou conta do estado

a força nacional é impotente


ninguém vence o crime em Alagoas

a morte não escolhe classe em Alagoas

...e o medo ronda

nossas casas

e do jeito que vai

não há governo

que cale as mortes

em Alagoas


pedro paulo da silva

terça-feira, 7 de maio de 2013

a mulé do meu amô
gosta de musga das istranjas
um tá dos britos
é quela gosta
dum jão leno
e pol macarti

a bixa inrola a lingua toda
pra cantá no tal do ingrês

e eu cá cum meu butão
gosto mermo é de forró
e má falo portuguêi;
eu gosto é tome,de:
de valdick soriano
bartô galeno
cremilda e mauricio reis