Pesquisar este blog

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Palavras

E as palavras riscam.
Passamos por todas aquelas
querelas
com seus pares de sustos.

O entojo do purgante-de-jalapa manicado.
O peixe remoso.
A fruta verdolenga.
O disparate do azul arregalado.
O frege,o galeio,o saracotico, o peteco.
Desbarrela, trubufu espandongado!
O destempero da velocidade.

Enguiçosas
as palavras espeticam
escarrapacham
espantalham


enquanto
arrastamos
o silêncio
com os pés




(francisco marques)

Nenhum comentário:

Postar um comentário