Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Lá Pras Bandas da Coxilha Rica

Nas terras de Nelson Camargo
há uma igrejinha parada no tempo
onde os santos
se resguardam do vento.
Vez em quando a campeira Nuna
sorrir de suas preces
e se emoldura de azul

Nas terras da Coxilha Rica
mugem ainda o gado Criolo
herança dos frades dos Sete Povos

há uma certa solidão
que atravessa os séculos
nessas paisagens

e dela sabe
a gralha
e as araucárias


Nenhum comentário:

Postar um comentário