Pesquisar este blog

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

lua nua

eu q ando
por tantos passos e contrafeitos
aprendi amar
a
lua
sonha a lua
em toda sua boniteza
e mistério.
sou assim
desvendando os mistérios das tampinhas
e os segredos dos peixes.
ah!lua!
te amo em todas as suas fases
cada qual com suas nuances
e loucura.
aqui estou e longe estamos
com a imprecisa distância
a somar horas
a decifrar os dias.

Um comentário:

  1. Simplesmente linda, poeta. A Lua ficaria feliz c/qquer poesia, mas c/essa ela vai ficar tbm, maravilhada! Arrasou.

    ResponderExcluir