Pesquisar este blog

domingo, 4 de dezembro de 2011

Meu caro Dr. Sócrates

Quantos domingos você me deu alegria Dr. Sócrates. Não que jogasse pelo meu time... Éramos até um pouco parecido na juventude, dizia os meus amigos, e eu ficava ancho de orgulho. Você ali sutil no gramado parecia alheio a tudo. Tecias poemas com os pés. Ah Dr.! Futebol hoje não tem leveza. É uma correria da peste! Que belo legado à tal democracia Corintiana. Embasbacou gregos e baianos. Você se foi e, quando encontrares o menino Garrincha, manda um abraço, deste pequeno poeta comovido. Gracias por tudo Dr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário