Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Belo Monte Belo Monstro II

maldita seja tua energia
um dia gerada
fruto do sangue
da morte
de tantas árvores
de tantos índios enxotado
do seu chão.


maldita seja a mão que te permitiu
existir Belo Monte
Belo Monstro
e nome do progresso
assassino.

Maldito seja toda geração
daqueles que silenciaram
frente a tua devastação.

Não Belo Monte!
nome tão belo para tragédia anunciada!

E não há verso
não há poema
que baste
para o mar das terras inudadas.

Belo Monte
Belo Monstro!
Um dia a terra vai dar o troco!


Nenhum comentário:

Postar um comentário