Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

coração abandonado

por ela
reinventei noites
e luas.
larguei
tambem meus poucos
amigos.
elogiei
até
o frio
dos seus esmaltes.
por elas
troquei
a noite pelo dia
e disse não a minha poesia

...e por fim tão fria
suas ultimas palavras


e hoje
não tenho casa
nem país
e aqui
eu não fico
pra dormir

Um comentário: